As Tormentas da Vida


“De repente levantou-se uma terrível tempestade com ondas mais altas do que o barco […] Então, Ele Se levantou, repreendeu o vento e as ondas, a tempestade passou e tudo ficou calmo.” Mateus 8:24, 26, BV

Jesus e Seus discípulos entraram no barco e, antes que chegasse à outra margem, levantou-se uma grande tempestade. Os discípulos não podiam entender que, enquanto eles estavam lutando contra a tormenta para impedir que a embarcação naufragasse, Jesus dormia.

Que quadro sublime do Filho de Deus! Depois de um dia de trabalho, ajudando pessoas, Ele dormia… E dormia porque estava cansado. Estava tão exausto que nem mesmo o barulho da tempestade e as sacudidas do barco O despertaram.

Os discípulos temeram e clamaram pelo Mestre: “Salva-nos, vamos todos morrer!” Jesus acordou, olhou para eles e, sem Se preocupar com a tormenta, os acalmou, dizendo: “Por que sois tímidos, homens de pequena fé?” Em outras palavras, Jesus quis dizer: “Por que temer se o Eu Sou a Vida está aqui com vocês no barco?”

Se as tempestades da vida e as ondas ameaçarem nos tragar, não tenhamos medo, ainda que Ele pareça dormir, porque “não tosquenejará nem dormirá o Guarda de Israel” (Sl 121:4, ARC). Os ventos e as ondas das provações obedecem a Sua voz.

Porventura, já surgiu em sua mente o pensamento de que Ele não Se importa conosco e que vamos perecer? Não duvidemos. Não percamos a fé! Os discípulos tiveram “pequena fé”, e nós? Nem sempre Deus interfere para impedir os acidentes que surgem durante nossa peregrinação rumo ao Céu, mas Ele está no controle e não nos deixa sozinhos. Ele está presente em meio às nossas lutas e sofrimentos. Deus não Se omite.

“Ele está presente para consolar os que choram, para animar os desanimados, fortalecer os fracos e para dar esperança aos desalentados. Em meio à dor, pela fé, podemos segurar Sua mão, deixar que Sua luz penetre a escuridão que nos envolve, e que Suas promessas tragam alento ao nosso coração”, são palavras do pastor Mark Finley.

Quando nos sentirmos frágeis, debilitados, impotentes, incapazes de continuar navegando “sobre as ondas desta vida”, Ele, em meio às nossas ansiedades, nos dirá: “Eu não Me esqueci de Ti”. Tenha fé em Deus!

REFLEXÃO: “Tens tu fé?” (Rm 14:22, ARC).

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: