Presentes de Deus


Quem são estes contigo?Respondeu-lhe Jacó: Os filhos com que Deus agraciou a teu servo. Gênesis 33:5

No livro O Caminho da Vida, à página 143, o padre Álvaro Negromonte usou para o verso acima uma versão bíblica católica que diz assim: “Estes são os filhos que Deus me deu.”

Certamente, como cristãos, devemos considerar os filhos como presentes de Deus. E se é assim, Ele espera que os filhos voltem sãos e salvos para Suas mãos.

No livro Vida Em Família, à página 56, a autora declarara: “Cada criança trazida ao mundo é propriedade de Jesus Cristo, e deve ser educada para amar e obedecer a Deus”. Da mesma autora, temos outra declaração: “Os filhos são herança do Senhor e Lhe somos responsáveis pela administração de Sua propriedade. […] Trabalhem igualmente os pais para a família com amor, fé e oração, até que possam ir a Deus com alegria e dizer: ‘Eis-me aqui com os filhos que me deu o Senhor’” (O Lar Adventista, p. 159).

Parafraseando o que a filha de Faraó disse à mãe de Moisés (Êx 2:9), penso que Deus diria algo parecido a cada pai: “Toma esta criança e cria-a para Mim; Eu te darei a tua recompensa.” Entendemos que os pais têm para com os filhos grande responsabilidade porque, antes de tudo, eles pertencem a Deus, e só depois aos pais. Mas, tenhamos a certeza de que, se formos mordomos fiéis ao educar nossos filhos nos caminhos do Senhor, Ele nos recompensará com o título de “servo bom e fiel”. E ainda nos dirá: “Foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei; entra no gozo do teu Senhor” (Mt 25:21).

Os pais nunca devem perder de vista o eterno destino de seus filhos. Por isso, a mais refinada educação – religiosa, moral, física e até cívica – deve ser ministrada a eles. Deve ser uma educação responsável, transmitida pela instrução, vigilância, correção e exemplo no Senhor. Enchendo o coração deles com as verdades do Céu, os pais prepararão a felicidade não só dos filhos, mas a deles próprios, tanto para esta vida como para a vida futura.

Por tudo o que possamos imaginar, Deus recomenda, com muita insistência, que eduquemos bem os filhos. Instruindo-os desde a infância “no caminho em que devem andar”, acostumando-os a obedecer aos pais e a Deus. Filhos educados só darão prazer para toda a família, especialmente aos pais.

REFLEXÃO: “Educa bem o teu filho, e ele consolar-te-á, e será as delícias da tua alma” (Pv 29:17, Ed. Popular Paulinas).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: