Alguém Semeou a Semente Lá…


Então, o Senhor te dará chuva sobre a tua semente, com que semeares a terra. Isaías 30:23

Deus sempre rega com a chuva temporã das Suas bênçãos o solo do coração de alguém que um dia recebeu a semente da Verdade.

Quando eu era presidente da antiga Missão Brasil Central, realizei uma viagem missionária, ocasião em que batizei dezessete pessoas num lugarejo por nome Lago Grande, no estado de Mato Grosso, às margens do rio Araguaia.

Essa experiência é a trajetória de um livro pelos estranhos caminhos de Deus. Um colportor esteve em Jussara, município de Vitorino Freire, interior do Maranhão, vendendo o livro Focalizando Nossa Época.

Várias famílias que moravam próximo ao rio Grajaú compraram esse livro. Entre os compradores estava o senhor Domingos Lopes de Morais, homem de conduta exemplar como chefe de família, cujos filhos reconheciam em seus conselhos a melhor orientação para uma vida honesta e feliz.

No dia da entrega do livro para esse senhor, o colportor lhe disse: “Seu Domingos, quem segue o que está escrito neste livro será salvo. O senhor e sua família podem encontrar neste livro o caminho da Verdade. Que Deus o abençoe”, e se despediu. Assim, aquele livro foi deixado ali, como semente lançada ao solo, acompanhada de algumas palavras sinceras, que criaram no coração daquele homem o desejo de pesquisar e inquirir sobre sua salvação.

O senhor Domingos começou a pesquisar o livro juntamente com toda a sua família. Conseguiu uma Bíblia para comparar o que ela diz com as palavras do livro. Compreendeu e aceitou seus ensinamentos. Mas, e agora, qual seria a religião dos publicadores do livro? Nessa expectativa, os anos foram se passando e ele sempre se dedicou à busca da religião dos publicadores do livro, e nada. Visitaram várias igrejas, mas quando viam que seus ensinamentos “não batiam com a religião ensinada no livro”, continuavam a busca.

Por esse tempo, o senhor Domingos e a família se mudaram para Lago Grande, Mato Grosso. Gastaram nessa viagem de barco aproximadamente vinte dias, navegando pelos rios Tocantins e Araguaia.

Foram para aquela região em busca de melhores oportunidades de vida para a manutenção da numerosa família. Acima de tudo, porém, entendemos que Deus estava dirigindo os caminhos do senhor Domingos, tirando-o do meio de seus parentes e amigos arraigados a tradições religiosas, para favorecer a essas pessoas o encontro e a aceitação da Verdade. Amanhã, veremos como tudo aconteceu.

REFLEXÃO: “O Senhor conhece os que Lhe pertencem” (2Tm 2:19).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: