Encontrou o que Aguardava


Achadas as Tuas palavras, logo as comi; as Tuas palavras me foram gozo e alegria para o coração. Jeremias 15:16

Quero partilhar com você a história da dona Olívia que, achando a Palavra de Deus, logo a aceitou e sentiu muita alegria no coração.

Isso ocorreu no ano de 1957. Eu era instrutora bíblica numa série de conferências públicas sobre temas religiosos dirigida pelo saudoso pastor Luiz de Freitas na cidade de Santo André, São Paulo.

Entre os endereços de pessoas com quem que eu deveria entrar em contato, estava o de um moço que desejava receber literatura. Ao visitá-lo, atendeu-me no corredor do prédio em que morava, porque seu pai, muito preconceituoso, não permitia que ninguém e nenhuma literatura de caráter religioso entrasse em seu lar.

Passei a visitar o rapaz e sua mãe, para estudar a Bíblia, nos horários em que o dono da casa estava trabalhando. Dona Olívia, a esposa, não ia às conferências porque o marido, além de ter aversão àquele tipo de assunto, era violento e agressivo. Mas o filho, que assistia às reuniões, transmitia para a mãe o que ia aprendendo. Dona Olívia possuía uma Bíblia e a lia constantemente.

Os estudos comigo continuaram e chegou a vez de falar sobre a Lei de Deus. Quando comecei o tema do sábado, ela pediu licença, saiu e logo voltou com um folheto que alguém lhe havia dado, cujo título era “O Sábado Como Dia de Guarda”.
Sorridente, ela disse: “Enquanto a senhora falava eu estava pensando: se essa religião for verdadeira, terá o sábado como dia de guarda.” Falei-lhe sobre os limites do sábado e como devemos nos preparar para observá-lo corretamente, segundo a Bíblia.

Na primeira sexta-feira à tarde, após o estudo do sábado, fui à sua casa convidá-la para ir à igreja no dia seguinte, pois o marido estaria de plantão no trabalho. Fiquei admirada ao notar que tudo, até mesmo a alimentação, estava preparado para o sábado. Já era um lar adventista. Nunca mais ela deixou de ir à igreja aos sábados. No primeiro batismo das conferências, dona Olívia e o filho Benedito foram batizados.

Nesta história, o sábado foi o fator de decisão. A irmã Olívia já descansa no Senhor. Ela foi fiel até ao fim. Hoje, seu filho Edson Romero e seu neto Cláudio Leal são pastores da Igreja Adventista. – EGS

REFLEXÃO: “A vereda dos justos é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito” (Pv 4:18).

Anúncios

Uma resposta

  1. ai mano boa meditaçao…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: