Maneira Diferente de Testemunhar


Ele exalta o poder do Seu povo, o louvor de todos os Seus santos, dos filhos de Israel, povo que Lhe é chegado. Aleluia! Salmo 148:14

A passagem acima diz que Deus exalta “o louvor de todos os seus santos”. O pastor Rubens Lessa, em seu livro Alimento Para o Coração, à página 139, pergunta e responde: “O que estamos fazendo com a mensagem que um dia revolucionou a nossa vida?” A seguir, ele diz que há muitas maneiras de se pregar o evangelho. Entre elas: “distribuir literatura, dar estudos bíblicos e cantar hinos que falam do amor de Deus”.

Numa sexta-feira à tarde, após viajar a cavalo por vários dias, juntamente com seu filho Otávio, chegou à casa de um amigo fazendeiro no município de Petrolina, Goiás. Como pretendia se hospedar naquela casa, foi logo dizendo: “Vamos pousar aqui hoje e amanhã, porque não viajamos aos sábados. Amanhã, eu explico.”

No dia seguinte, sábado, depois de se alimentarem, ele pediu que reunisse a família para lhes falar da Palavra de Deus.
Quando todos estavam reunidos, Otávio orou, fez uma preleção bíblica e lhes falou sobre a santidade do sábado. Depois, disse que ele e o filho Otávio cantariam um hino que explicaria o motivo pelo qual eles não viajavam aos sábados.
Então, pai e filho cantaram o hino de n° 27 do antigo hinário Cantai ao Senhor, cuja música é a mesma do hino de n° 214, do atual Hinário Adventista do Sétimo Dia. Preste atenção na letra:

“Lembrarás sempre este dia / Que Deus manda observar. / Deves trabalhar seis dias / E o sétimo guardar, / Porque Deus formou os céus, / E a terra e o mar, / Tudo quanto existe neles / Em seis dias quis criar. / Mas no sábado cessando / Da Sua obra que criou, / E também o abençoando, / Assim o santificou. / Chama ao sábado Seu dia, / Lá na Lei escrito está; / Gozo, paz e alegria / Este sábado nos dá. A Sua Lei é imutável, / Pois jamais perecerá, / É, portanto, mui estável, / E perpétuo Seu sinal / Que por pacto sempiterno / Pôs o Pai celestial. / Povo Seu, ó povo santo, / Não te esqueças, sê leal.

Segundo me relatou recentemente o pastor Otávio, algumas das crianças que estavam ali se tornaram mais tarde fiéis cristãos.

Termino, citando as palavras de Rubens Lessa: “Nada pode impedir o testemunho daqueles que, uma vez alimentados com o pão celestial, sentem o desejo de partilhar sua fé com seus amigos e vizinhos” (ibid., p. 140).

REFLEXÃO: “Louvai ao Senhor […] fica-Lhe bem o cântico de louvor” (Sl 147:1).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: