Pecado É Sempre Pecado


Todo aquele que pratica o pecado também transgride a lei, porque pecado é a transgressão da lei. 1 João 3:4

Pecado é sempre pecado. É uma prática para a qual não há atenuante. Pecado é contrariar a vontade de Deus revelada em Sua Lei.

De acordo com o Comentário Bíblico Adventista, a Lei de Deus resume toda a vontade de Deus revelada e tudo o que o Senhor espera do homem. Portanto, fazer diferente é pecado.

O José da história bíblica, jovem formoso de porte e aparência, entendia muito bem o que é pecado. Na hora da repentina tentação, ele estava convencido sobre o que Deus esperava dele.

Do ponto de vista das práticas e conceitos modernos, José tinha muito a ganhar e nada, aparentemente, a perder, a não ser, e pense bem nisto: o respeito de si mesmo, do Céu e de Deus.

Jovem, naqueles momentos de atraentes tentações, quando alguém faz o convite para momentos íntimos em lugar reservado e longe de olhos humanos, mas não dos olhos de Deus, pare um pouco e pense no que sua pessoa significa para Jesus e no respeito que você deve a si mesmo, aos anjos, ao Céu e a Deus. Pare, pense e ouça a voz do Espírito Santo. Seja sensível aos Seus apelos através da sua consciência e desista. Você pode ganhar a batalha!

José foi vitorioso, dizendo um atordoante e irrevogável “não”. Ele disse: “Como, pois, cometeria eu tamanha maldade e pecaria contra Deus?” (Gn 39:9).

Alguns teólogos liberais não têm posição bem definida quanto à violação do sétimo mandamento, como tinha José. Dizem eles: “Não cometerás adultério, costumeiramente. Dadas, porém, algumas situações, a melhor coisa a fazer é condescender.” É o mesmo que dizer: “Em determinadas situações, é perfeitamente aceitável cometer adultério.”

Um líder religioso (que prefiro não identificar) fez esta infeliz declaração diante de uma platéia de evangélicos, em Atlanta, Estados Unidos: “Estou preparado para afirmar que as obrigações cristãs impõem mentira, adultério, furto e o quebrantamento de promessas e votos, e, algumas vezes, dependendo da situação, até o assassínio.” Você aprova uma filosofia que conflita com a Lei de Deus? A resposta é sua!

REFLEXÃO: “Como […]?” disse José. “Seria um grande pecado contra Deus” (Gn 39:9, BV).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: