Separados Hoje, Unidos Amanhã


Ele enxugará todas as lágrimas dos olhos deles [os homens], e não haverá mais morte, nem tristeza, nem choro, nem dor. Tudo isso passou para sempre. Apocalipse 21:4, BV

Hoje, pela morte, podemos estar separados de amigos e entes queridos, mas no futuro, poderemos estar reunidos novamente, pela graça de Jesus, se O conservarmos como o Salvador e Senhor da nossa vida. O verso bíblico acima fala dessa esperança.

Alguém que passou pela dor da separação, escreveu a confortante mensagem que transcrevo a seguir: “Pode nosso corpo mortal morrer, e ser posto na sepultura. Contudo, a bendita esperança vai até a ressurreição, quando a voz de Jesus chamar aos que dormem no pó.

“Sei de que estou falando. Experimentei o tempo em que me parecia estarem as ondas me submergindo; naquela ocasião senti que meu Salvador me era precioso. Quando meu filho mais velho me foi levado, foi muito grande o meu pesar, mas Jesus veio ao meu lado e senti a Sua paz.

“E então, foi levado aquele que por trinta e seis anos estivera junto a mim. […] Havíamos labutado juntos, lado a lado, no ministério, mas tivemos que juntar as mãos do lutador e depô-lo a descansar na tumba silenciosa. De novo minha tristeza me pareceu grande demais, mas veio após a taça da consolação. Jesus me é precioso. Ele andou ao meu lado […] e andará ao lado vosso.

“Quando nossos amigos descem à sepultura, eles não nos parecem belos. Pode ser que levemos ao descanso nosso pai ou nossa mãe: quando ressurgirem, as rugas terão desaparecido, mas serão eles mesmos, e os reconheceremos.
“Precisamos estar preparados para ir ao encontro desses queridos amigos, quando reviverem, na manhã da ressurreição […] Não devemos apegar-nos à esperança que nos é proposta no evangelho, de que seremos semelhantes a Ele, e como Ele é O veremos?” (Nos Lugares Celestiais [MM 1968], p. 352, 353).

A mensagem acima foi enviada por Ellen White para confortar uma família enlutada pela perda de um parente. É uma mensagem apropriada também para nós hoje, que já tivemos que levar pai, mãe, filho, filha e amigos à tumba silenciosa. Mas isso será por pouco tempo. Logo, o Restituidor da vida virá. “Fluiremos então a plenitude da bem-aventurada e gloriosa esperança. Sabemos em quem temos crido. Não temos crido em vão, nem trabalhado inutilmente. Está perante nós uma rica e gloriosa esperança” (ibid., p. 352).

REFLEXÃO: “Aguardando a bendita esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus” (Tt 2:13).

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: