O Encontro dos Dois Adões


Digno é o Cordeiro, que foi morto, de receber o poder, e riquezas, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e ações de graças. Apocalipse 5:12, ARC

Será maravilhoso chegar ao Céu. É quase impossível imaginar, difícil entender e ainda mais difícil descrever o que Deus está preparando para a recepção que fará a Seus filhos, no Céu. Paulo reconheceu que são coisas tão extraordinárias que a mente humana não tem como captar sua amplitude. “Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que O amam” (1Co 2:9).

Apesar de nossos limites, procure explorar sua imaginação. Pense em você e sua família, juntamente com uma grande multidão de salvos, na cidade de Deus. Será o clímax do Plano da Redenção, que envolveu o sacrifício de Cristo na cruz do Calvário e possibilitou a salvação de toda a humanidade. Infelizmente, nem todos os descendentes de Adão aceitaram essa oferta de Deus e, consequentemente, não estarão presentes nessa linda festa.

Na Cidade Santa haverá muitas surpresas. Uma delas é descrita por Ellen White. Observe: “Os dois Adões estão prestes a encontrar-se. O Filho de Deus Se acha em pé, com os braços estendidos para receber o pai da nossa raça. Ao divisar Adão os sinais dos cruéis cravos […] lança-se em humilhação aos Seus pés, exclamando: ‘Digno é o Cordeiro que foi morto!’ Com ternura, o Salvador o levanta, convida-o a contemplar o novo lar edênico do qual, havia tanto, fora exilado […] O Salvador o leva à árvore da vida, apanha o fruto glorioso e manda-o comer. [Adão] olha em redor de si e contempla uma multidão de sua família resgatada, no Paraíso de Deus. [Então] caindo ao Seu peito, abraça o Redentor” (trechos do capítulo 40 de O Grande Conflito. Esse capítulo traz ânimo a quem viaja para a Pátria celestial).

Adão conhecerá também sua descendência: milhões de pessoas que participaram da história da humanidade na Terra. Todos passaram por momentos tristes e felizes, mas se tornaram vencedores graças ao “sangue do Cordeiro”.

Ellen White diz que essa emocionante reunião será testemunhada pelos anjos que choraram quando Adão pecou, mas que, ao contemplarem a obra da redenção concluída, unem suas vozes em cântico de louvor. Afinal de contas, o conflito entre o bem e o mal será passado. Você e eu poderemos nos encontrar lá, pela graça de Deus! Nada de desanimar!

REFLEXÃO: “Ao nosso Deus, que Se assenta no trono, e ao Cordeiro, pertence a salvação” (Ap 7:10).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: