Ela é diferente – Ivan Saraiva

Feliz dia das Mães!

Anúncios

Ela é diferente – Ana Stina

Feliz dia das Mães!

Ela é diferente – Ton Vinhote

Feliz dia das Mães!

Ela é diferente – Carola

Feliz dia das Mães!

Ela é diferente – Karina

Feliz dia das Mães!

Ela é diferente – Ronaldo

Cristãos enfrentam duros ataques de hindus na Índia

Cristãos enfrentam duros ataques de hindus na Índia

TIKKABALLI, Índia – O sol nasce através dos buracos onde a multidão quebrou a janelas. A cruz no telhado é uma mal reconhecível massa de metal e concreto. No interior, as orações são feitas apenas em segredo.

“Não queremos que essas pessoas saibam que nós estamos dentro”, disse Subhash Digal, segurando o seu filho de 4 meses fora da pequena igreja Batista.

É difícil encontrar um cristão que não tenha medo neste canto do estado oriental de Orissa, onde motins anti-cristãos eclodiram no final de agosto de 2008.

A agressão gerada pelos hindus extremistas desde então já resultaram em pelo menos 38 pessoas mortas, pelo menos 30.000 desalojados e dezenas de igrejas destruídas.

O pior da violência terminou após uma semana de conflito, mas quase todos os dias desde então, tem continuado a dificuldade: uma casa foi incendiada, várias pessoas foram agredidas, um soldado foi cortado até a morte.

Moradores cristãos afirmam ter sido dito que deveriam se converter ao hinduísmo.

A violência anti-cristã tem também alcançado outras partes da Índia, com as igrejas e cristãos sendo atacados.

Em Orissa, os problemas começaram após o assassinato em 24 de agosto de Swami Laxmanananda Saraswati, um líder hindu extremista.

Polícia culpou aos guerrilheiros maoístas pelo assassinato.

Porém militantes hindus culparam aos cristãos, disparando contra um orfanato e atacando igrejas, comunidades cristãs e residências.

 

 

 

Tim Sullivan, da Associated Press  

Fonte:
Associated Press

Clique aqui para acessar ao artigo completo (inglês) e ver as fotos do local. Christians face attacks in eastern India from Associated Press

Notícias Adventistas
Índia: Resultado da violência deixa marcas em Orissa – 29 de setembro