Graça, Maravilhosa Graça

“Mas os filhos de Coré não morreram.” Números 26:11

Pessoal, bom dia! Falando sobre conservar a nossa memória nos feitos do Senhor, e especifícamente, nesse caso, no sacrifício de Cristo, a lição dos jovens, hoje, comenta a respeito da mulher que ungiu os pés de Jesus, e então é mostrada uma belíssima referência de Ellen White sobre o assunto. Se deliciem com cada palavra desse texto bem curtinho, mas cheio de significado:

“A oferenda de Maria havia de espalhar sua fragrância, e por sua ação espontânea seriam abençoados outros corações. Estes haveriam de se erguer e cairiam impérios; seriam esquecidos nomes de reis e conquistadores; mas o feito dessa mulher seria imortalizado nas páginas da história sagrada. Enquanto o tempo durasse, aquele partido vaso de alabastro contaria a história do abundante amor de Deus a uma raça caída” (Ellen G. White, O Desejado de Todas as Nações, p. 563).

O texto nos mostra o quanto nossas ações, quando motivadas pelo puro desejo de agradecer, servir e honrar nosso Deus, ainda que pequenas, ainda que nos perecem inexpressivas, são para Deus maiores que a conquista de reinos inteiros. Uma entrega completa de nosso coração, mas sendo o nosso coração cheio de mácula, agrada sobremaneira o nosso Deus, e permite-lhe agir no sentido de nos tornar bons pela graça de Cristo.

Faça sua escolha agora! Faça a sua entraga nesse momento! Pare tudo o que estiver fazendo! Não há nada mais urgente; não há nada mais importante do que a comunhão com o Salvador.

Maravilhoso notar que Deus, em sua misericórdia poupou os filhos de Coré. Deus abriu a terra para tragar todos aqueles que se rebelaram; tudo o que eles tinham, e suas famílias seriam destruidas. Ao que tudo indica, a família de Coré não quis juntar-se ao seu patriarca em sua pecaminosa rebelião, e Deus teve misericórdia deles, ao ponto de se tornarem um dos principais, senão o único grupo de músicos nos dias de Davi e Salomão. Os filhos de Coré tornaram-se séculos mais tarde responsáveis pela adoração de Israel no templo do Senhor.

Salmos 42
1 [Masquil para o músico-mor, entre os filhos de Coré] Assim como o cervo brama pelas correntes das águas, assim suspira a minha alma por ti, ó Deus!
2 A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo; quando entrarei e me apresentarei ante a face de Deus?
3 As minhas lágrimas servem-me de mantimento de dia e de noite, enquanto me dizem constantemente: Onde está o teu Deus?
4 Quando me lembro disto, dentro de mim derramo a minha alma; pois eu havia ido com a multidão. Fui com eles à casa de Deus, com voz de alegria e louvor, com a multidão que festejava.
5 Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas em mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei pela salvação da sua face.
6 O meu Deus, dentro de mim a minha alma está abatida; por isso lembro-me de ti desde a terra do Jordão, e desde os hermonitas, desde o pequeno monte.
7 Um abismo chama outro abismo, ao ruído das tuas catadupas; todas as tuas ondas e as tuas vagas têm passado sobre mim.
8 Contudo o SENHOR mandará a sua misericórdia de dia, e de noite a sua canção estará comigo, uma oração ao Deus da minha vida.
9 Direi a Deus, minha rocha: Por que te esqueceste de mim? Por que ando lamentando por causa da opressão do inimigo?
10 Com ferida mortal em meus ossos me afrontam os meus adversários, quando todo dia me dizem: Onde está o teu Deus?
11 Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, o qual é a salvação da minha face, e o meu Deus.

Ao longo dessa semana procurarei postar os Salmos cuja autoria ou utilidade apontavam para os filhos de Coré.
Fiquem com Deus, e não esqueçam de estudar a lição da Escola Sabatina!
Grande abraço.
Daniel Makawetskas

A importância de estudar a Palavra do Senhor

Não Há Desculpa Para a Cegueira Voluntária

A importância de estudar a palavra de Deus - União Adventista” Ninguém será condenado por não fazer caso da luz e do conhecimento que nunca teve e não pôde obter. Muitos, porém, recusam obedecer à verdade que lhes é apresentada pelos embaixadores de Cristo, porque desejam acomodar-se ao padrão do mundo, e a luz que penetrou no seu entendimento, a luz que resplandeceu na alma, condená-los-á no juízo. The Seventh-day Adventist Bible Commentary, vol. 5, pág. 1.145.

Os que têm oportunidade de ouvir a verdade, mas não se esforçam para ouvi-la ou compreendê-la, pensando que, se não a ouvirem não serão responsáveis, serão considerados culpados perante Deus, como se a tivessem ouvido e rejeitado. Não haverá desculpa para os que preferem continuar no erro, quando poderiam compreender o que é verdade. Em Seus sofrimentos e morte, Jesus fez expiação por todos os pecados de ignorância, mas não foi tomada nenhuma providência para a cegueira voluntária. ” Eventos finais p. 217, 218

Nesse sentido, se temos acesso à Bíblia e ao Espírito de Profecia, Deus não nos considera ignorantes, pois se não conhecemos é simplesmente porque não queremos conhecer. Não podemos dizer “Senhor, eu não sabia” a respeito de um conhecimento ou luz que está ao nosso alcance. Se nós não estudamos a Bíblia e a lição, se não nos esforçamos para ter contato diário com o Espírito de Profecia por negligência de nossa parte, Deus nos considera responsáveis pelo conhecimento que deixamos de adquirir. O Espírito de Profecia deixa claro que cada um será julgado conforme a luz que recebeu, mas ter acesso a luz e não buscá-la é o mesmo que rejeitá-la!

Portanto, não esqueçam de estudar a lição!

Como é produzida a lição da Escola Sabatina

Este vídeo mostra como é produzida a lição da Escola Sabatina.

Lição da Semana – Seu Retorno Como Rei e Amigo

Lição

Assim também Cristo foi oferecido uma só vez em sacrifício, para tirar os pecados de muitas pessoas. Depois Ele aparecerá pela segunda vez, não para tirar pecados, mas para salvar as pessoas que estão esperando por Ele” (Hb 9:28).

Prévia da semana: A promessa da volta de Cristo é certa. O Senhor deu muitos sinais de Sua volta. Ao vermos – e já vemos – o cumprimento dessas coisas, sabemos que Sua vinda está próxima.

Leitura adicional: O Grande Conflito, capítulos 40 e 42 (p. 635-652 e 662-678 )

Aguardamos suas dúvidas, comentários e observações.

Se você não possui a lição da semana, basta acessar os links disponíveis no site.